Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Lafões

Notas de um lisboeta com raízes na Região

De Lafões

Notas de um lisboeta com raízes na Região

Doutor José de Almeida, Médico


                   

 José Joaquim de Almeida
Médico
(1-01-1854 / 18-12-1921 )


"Nascido em terras da Beira Alta, mais precisamente no lugar da Ponte, em São Pedro do Sul, no pri­meiro dia do ano de 1854, encontra­mos uma personalidade marcante no campo da medicina e da  generosida­de, José Joaquim de Almeida. Oriun­do de uma família modesta de agri­cultores, mas que formou e educou os filhos como senhores.


Um conjunto de irmãos que brilhou na sociedade do seu tempo, o Padre António de Almeida era cape­lão do Santuário do Senhor da Pedra em Óbidos, o Dr. Fernando de Almeida que foi médico na Golegã, casou com uma irmã da condessa de São Januário foi pai das artistas de tea­tro Fernanda e Maria Corte Real e o célebre cavaleiro tauromáquico, Ma­nuel Casimiro de Almeida foi o tourei­ro de maior prestígio na sua época.

José de Almeida formou -se em medicina a 27 de Julho de 1876 pela escola Médico-Cirúrgica do Porto, passou nesse mesmo ano a viver Oeiras onde, prestou serviço na Fábrica de Lanifícios do empre­sário José Diogo. Que viria mais tarde a ser seu sogro pois, casou com sua filha, Virgínia da Purifica­ção da Silva e, apesar do amor e cumplicidade que os unia não tiveram fihos."

in A vez de José Joaquim de Almeida Médico Municipal,
Conhecer Oeiras nº 11, Câmara Municipal de Oeiras, sublinhados nossos



Especializou-se em Lisboa, em oftalmologia, contudo veio a estudar aprofundadamente o problema da tuberculose.

Com o apoio de Tomás Junqueiro conseguiu a cedência do terreno onde se situava o Forte do Junqueiro, na praia de Carcavelos.

Aí conseguiu que fosse construido o Sanatório Marítimo de Carcavelos, de que foi fundador e Director. Pelo seu clima este foi considerado o "melhor local sanatorial destinado ao tratamento da tuberculose óssea".

"Residiu em Oeiras cerca de 30 anos, inicialmente no palacete do pai da sua mulher, na quinta de São Pedro do Areeiro, perto da velha es­trada da Torre, mas, anos mais tarde, o palacete, a quinta e a fábrica foram vendidos e instalou-se numa casa doada por uma cliente, na Rua Cândido dos Reis nº 156, em 1924, hoje o nº 66 e propriedade da Misericór­dia de Oeiras.


Já na parte final da sua vida foi médico militar na altura da primeira grande guerra. Faleceu a 18 de Dezembro de 1921, aos 67 anos. ( ... )



O Sanatório Marítimo, após a sua morte recebeu o seu nome e passou a ser conhecido como Sanatório Dr. José de Almeida, actualmente Hospital Ortopédico António José d'Almeida(*)em Carca­velos".

                                                       idem, pág. 9.


(*) ou mais exactamente Hospital Ortopédico Doutor José d'Almeida.